Janeiro Branco: Como cuidar da saúde mental em época de vestibular

Janeiro Branco: Como cuidar da saúde mental em época de vestibular

Só de ouvir falar em vestibular muitos jovens tremem na base, afinal este é um momento muito importante na vida de qualquer futuro profissional, certo? Toda a pressão para uma aprovação, escolha do curso e expectativas de uma carreira promissora foram ainda mais agravadas pelo contexto de pandemia que estamos vivenciando. Pensando nisso, preparamos algumas dicas simples que podem te ajudar a aliviar o estresse e cuidar da sua saúde mental neste momento crucial. Vamos lá?

  1. Seja generoso com você

Ok, é muita pressão! A gente sabe. Quando chega a hora de escolher um curso de graduação que pode determinar a profissão que você vai exercer durante toda a vida, bate aquele frio na barriga, somado à pressão da sociedade, dos pais, dos amigos… ufa! É muita coisa para lidar e, por isso, lembre-se de que pelo menos você pode ser um pouco mais generoso consigo. Não se cobre exaustivamente, não se julgue e não se martirize pelos seus erros e se dê um mimo de vez em quando.

Tenha uma rotina

Além de amor próprio, há muuuuito trabalho envolvido na rotina de estudos pré-vestibular e na escolha de um curso superior. Elabore uma rotina de estudos para você e faça o possível para segui-la! Isso te ajuda a ter mais confiança na sua caminhada, afinal você planejou seu percurso e se dedicou ao seu objetivo! E não se esqueça de incluir no seus planos um tempo para descansar e se dedicar a algo que goste.

Esteja aberto a adaptar-se

Mesmo com aquele planejamento top e fazendo tudo certinho, às vezes nem tudo sai como o esperado. Nesses momentos, é muito importante que você esteja aberto a mudanças! Trilhar um caminho alternativo também pode te levar ao sucesso.

Respeite seu ritmo

A comparação com outros candidatos, com aquele seu colega que passou na universidade tal ou com aquele primo que foi aprovado em medicina, pode ser muito prejudicial para o seu processo. Em vez de motivá-lo a perseguir seus objetivos, esse tipo de comparação pode levá-lo ao sentimento de inferioridade e fracasso. Lembre-se de que os caminhos percorridos por cada indivíduo são singulares e mesmo o ponto de chegada não é o mesmo. Não é porque toda a sua turma resolveu que sonha em cursar medicina que você precisa atirar no mesmo alvo, certo?

Procure ajuda profissional 

Às vezes bate um cansaço mesmo e tá tudo bem! Se você sente que a carga está pesada demais e a exaustão te pegou, não hesite em procurar ajuda psicológica. A terapia pode te ajudar a passar por esse processo sem gerar nenhum tipo de trauma. Na terapia, você pode organizar melhor seus pensamentos e expressá-los, deixando o cérebro organizado para assimilar melhor os estudos e tomar decisões importantes.

 

Leia também: Janeiro Branco: precisamos falar sobre saúde mental

E aí, tudo tranquilo para embarcar nessa nova fase da vida? Então, já passa no nosso site e dá aquela conferida nos cursos. 

Até a próxima!